Imagem - Getrak
Imagem - Getrak
Rastreamento
18 de fevereiro de 2022
Como funciona um sistema de rastreamento veicular? Tire suas dúvidas
g
Publicado por
Getrak
Compartilhe:

Imagine você saindo do teatro com a sua família e, ao chegar ao local onde deixou o carro estacionado, ele não está? Cenas parecidas com esta foram repetidas mais de 300 mil vezes em todo o Brasil em 2021. Dados tão impressionantes apontam para outra situação, a busca por alternativas de segurança, entre elas o sistema de rastreamento veicular.

A busca pelos serviços de rastreamento tem crescido a cada ano. Só no ano passado foram aproximadamente R$ 2 bilhões de reais em faturamento e mais de 50 mil empregos diretos e indiretos gerados. Números que mostram a grande possibilidade de trabalhar em um mercado em amplo crescimento e com possibilidades de ganhos reais. 

Nesse sentido, muitos profissionais têm buscado alternativas no mercado, seja para sair daquele ambiente rotineiro e sem futuro, seja porque estão desempregados e procuram uma fonte de renda, seja porque são empreendedores e buscam viver do próprio negócio.

Mas claro, antes de investir em qualquer negócio, você precisa entender bem o mercado e o serviço que você irá oferecer. Por isso, vamos falar sobre como funciona um sistema de rastreamento veicular? Tire todas as suas dúvidas logo mais abaixo.

Para que serve o rastreamento veicular?

O rastreamento veicular é uma vertente da Internet das Coisas (IoT), que pretende acompanhar o veículo em tempo real, oferecendo dados como localização, status da ignição, distância percorrida e vários outros parâmetros.

Um sistema de rastreamento de carros funciona por meio de uma tríade composta pelo rastreador, a plataforma de gestão dos dados e o chip de conectividade. Dentro da tecnologia IoT, podemos destacar ainda a telemetria avançada, outro sistema que pode ser utilizado por uma central de rastreamento.

Explicando melhor, um sistema de rastreamento e telemetria pode atuar na recuperação veicular, mostrando a localização exata e em tempo real dos veículos. Na inibição de furtos e roubos, quando acoplada a um sistema antifurto e na gestão de frotas de carros, medindo a distância, tempo percorrido, velocidade média e consumo de combustível.  

Imagem - Getrak
Material Rico

Tudo que você precisa saber sobre rastreamento, monitoramento e telemetria!

Leia também: 8 fatores que mostram que é hora de sair do emprego e empreender

Como funciona um sistema de rastreamento veicular?

A tríade de rastreamento funciona da seguinte maneira. O rastreador instalado no veículo coleta dados a cada minuto, e os armazena em sua memória. Essa informação é transmitida simultaneamente, por meio do chip de conectividade, para a plataforma de rastreamento. Ela, por sua vez, coleta os dados e os transforma em informação útil. 

Por que abrir uma empresa de rastreamento veicular?

As pessoas buscam muito o serviço, pois nosso país passa por um momento de insegurança pública, devido a diversos fatores. Assim, o sistema de rastreamento veicular se torna uma grande oportunidade de negócios. Além do fator segurança, o baixo custo inicial e a receita recorrente das assinaturas do software são outros dois atrativos para investir em uma empresa de rastreamento e monitoramento.

Indo além da segurança

Além da segurança, outra vertente do rastreamento é a telemetria, ótima opção para você conquistar clientes que possuem frotas de veículos. Com um sistema de telemetria você poderá oferecer para o seu cliente:

  • histórico de manutenção;
  • controle de manutenção preventiva;
  • controle do consumo de combustível;
  • jornada de trabalho de motoristas;
  • qualificação de condução dos motoristas;
  • e mais 80 parâmetros. 

As principais vantagens de um sistema de rastreamento veicular

O sistema de rastreamento veicular funciona com a tecnologia GPS. Esse tipo de equipamento é muito requisitado por pessoas físicas e jurídicas, por trazer diversos benefícios para quem o utiliza. Conheça agora as principais vantagens do rastreamento veicular!

1. Diminuir o valor do seguro

O seguro de um veículo não é um serviço que tem valor fixo. A taxa referente ao contrato é definida com base em uma série de fatores, como o perfil pessoal do cliente (idade e gênero, por exemplo) e os riscos de sinistros. O índice de roubo do modelo em questão e a localidade por onde o veículo vai circular são alguns dos principais pontos dessa análise.

O roubo de veículos é uma grande preocupação para as seguradoras porque, quando não são rastreados, é difícil recuperá-los quando são roubados. Assim, como consta no contrato, o seguro precisa restituir o proprietário com o valor de mercado do bem roubado. Essa restituição pode ser muito significativa, em relação às contas da empresa, por isso, é do interesse da seguradora que o veículo seja encontrado depois desse tipo de ocorrência.

Como o veículo rastreado tem muito mais chances de ser encontrado, a empresa contratada entende que a possibilidade de precisar restituir o contratante com o valor total do veículo é menor e, assim, o valor do contrato diminui.

2. Aumentar as chances de recuperação, em caso de roubo

Como já falamos acima, uma das grandes vantagens do sistema de rastreamento veicular é o alto índice de recuperação em casos de roubo. Isso acontece porque o proprietário consegue acompanhar a movimentação do bem, por meio do sistema do rastreador. Essa ferramenta pode ser acessada em qualquer dispositivo — basta fazer o login e utilizar a sua senha.

As taxas de recuperação de veículos roubados é surpreendente, quando o bem está equipado com o rastreador, podendo chegar a 98%. Com esse dado, você pode tranquilizar o seu cliente em relação às situações de assalto ou furto. Afinal, as chances de que o bem seja devolvido são muito grandes.

Outra vantagem do rastreamento veicular é que o dispositivo é muito discreto — fica invisível, tanto para o dono quanto para o ladrão. Assim, depois do roubo, o contraventor não saberá que o veículo é rastreado, ou seja, não pensará em descartar o dispositivo para que ele não seja encontrado.

3. Contar com assistência 24 h

Muitas empresas de rastreamento veicular também oferecem outros serviços agregados ao contratante. O principal deles é a assistência 24 h, em situações de emergência, e não só nos casos de furtos ou roubos. Esse suporte é muito útil e pode ser requisitado em caso de problemas mecânicos, falta de combustível e pane elétrica. Se isso acontecer, o contratante conta com o apoio de uma equipe profissional ou, se for o caso, com o serviço de guincho.

4. Disponibilizar um baixo investimento

Montar um sistema de rastreamento veicular  custa muito menos do que fazer um seguro. Geralmente, o serviço é cobrado mensalmente, com taxas que custam menos de R$ 100, em média. Assim, os proprietários de veículos individuais e de frotas, principalmente, não precisam desembolsar altos valores para manter os seus bens protegidos.

Mais uma vantagem do rastreamento veicular é que o valor a ser pago depende exclusivamente do veículo. Ou seja, diferentemente do seguro, o cliente não passa por uma análise de perfil, para que a taxa a ser paga seja definida com base em informações pessoais.

5. Permitir monitoramento em tempo real

O rastreador permite que o proprietário do veículo monitore a sua frota em tempo real, por meio de um aplicativo de celular. Além da localização, a ferramenta também transmite outros dados, como a velocidade. Essas informações permitem que o contratante acompanhe o desempenho dos veículos, otimize os trajetos e observe, prontamente, quaisquer irregulares. Isso possibilita que ele tome providências, de forma mais rápida, caso seja necessário.

Essa é uma grande vantagem para quem trabalha com serviço de transporte. Com tantas informações importantes disponíveis no aplicativo, o gestor consegue avaliar o desempenho dos motoristas e acompanhar os trajetos, além de coletar dados para uma tomada de decisão mais acertada.

Sistema de rastreamento veicular próprio ou terceirizado?

Buscar um serviço terceirizado de monitoramento pode ser uma boa opção para aqueles que desejam iniciar sua trajetória no mercado. Com essa escolha você terá um modelo pronto para trabalhar, contará com suporte especializado e não terá que investir grandes montantes para desenvolver uma solução. 

Já quem deseja montar uma central, isso pode ser desafiador. Além do grande investimento, a parte de manutenção de softwares e hardwares pode ser uma pedra no sapato, fazendo com que você não consiga fazer o principal: captar novos clientes. 

Então, vejamos abaixo algumas das gratificações ao escolher contar com um parceiro para a sua central:

  • escalabilidade maior;
  • tempo para se dedicar às vendas;
  • estrutura pronta e com baixo custo;
  • possibilidade de expansão.

Como é conduzido o processo de recuperação dos veículos, em caso de algum roubo?

Em casos de furtos ou roubos, é necessário realizar a coleta dos dados do seu cliente – é fundamental ser operacional 100% do tempo. Dessa forma, a central não retarda as informações e obtém os dados da ferramenta sem falhas, tudo feito simultaneamente.

O envio de informações para a polícia, sobre a localização do veículo, pode ser feito por parte do usuário ou da central de rastreamento. O importante é que esses dados se “conversem” e haja a recuperação do veículo.

Conclusão

Como vimos, investir em um sistema de rastreamento veicular  é uma excelente oportunidade de conquistar a independência financeira. Além de ter um bom faturamento, você estará oferecendo segurança e contribuindo para um mundo mais seguro.

Caso você esteja se perguntando, mas como faço para montar uma central de rastreamento? Preparamos essa página ilustrativa, que te mostra o passo a passo para abrir a sua empresa e conquistar a independência financeira. 

Visite: Como montar uma central de rastreamento?