Imagem - Getrak
Imagem - Getrak
Empreendedorismo
25 de março de 2022
Empreendedorismo Digital: o que é, como começar e por que se aventurar?
g
Publicado por
Getrak
Compartilhe:

Em tempos de crise, muitos brasileiros buscam novas fontes de renda, e a atividade empreendedora torna-se cada vez mais atrativa. Nesse cenário, o empreendedorismo digital ganha força como alternativa para quem deseja montar sua própria empresa, aplicando menos recursos, e com boas chances de obter retorno rápido.

Mas afinal como empreender no meio digital? Quais os nichos de mercado mais promissores? Quais cuidados tenho que tomar?

Nosso objetivo, neste artigo, é apresentar uma visão geral sobre o empreendedorismo digital. Para isso, vamos ressaltar as principais características e particularidades desse mercado, explicar como dar os primeiros passos e abordar alguns pontos de atenção que não podem ser ignorados. Confira!

O que é empreendedorismo digital

O empreendedorismo digital é a forma de negócio que faz uso dos meios digitais, principalmente as redes sociais, para venda de produtos e/ou serviços. As estratégias deste segmento envolvem a distribuição de e-books, criação de conteúdo para mídias sociais, vídeo aulas e vários outros formatos.

Geralmente, empreendimentos digitais têm a tecnologia e o foco em inovação como seus pilares fundamentais. A flexibilidade é outra característica marcante, que permite negociações mais dinâmicas e, muitas vezes, elimina a necessidade de encontros presenciais.

04 motivos para ser um empreendedor digital

O investimento em empreendimentos digitais aumentou significativamente nos últimos anos. No Brasil, esse crescimento se dá, entre outros fatores, pela ampliação do acesso à internet.

Pesquisa da Hootsuite e WeAreSocial, mostra que o Brasil é o terceiro país no mundo que usa redes sociais. De acordo com o estudo, os brasileiros ficam, em média, 3h42 por dia conectados, ficando atrás somente das Filipinas (4h15) e Colômbia (3h45).

Imagem - Getrak
Material Rico

Tudo que você precisa saber sobre rastreamento, monitoramento e telemetria!

Vamos destacar algumas vantagens para quem se aventura nesse ambiente

01. Mercado em expansão

Hoje, mais de 90% dos acessos ao Google são feitos por meio do celular. Quando pensamos em compras, o uso das redes sociais é mais frequente entre os brasileiros.  Por aqui, 43% dos consumidores usam esses canais para adquirir produtos e serviços, enquanto no mundo a média é de 30%. O gasto médio mensal dos brasileiros nas redes sociais é de R$ 466. 

A diversidade de perfis de consumidores e o alcance das marcas no meio digital aumentou  bastante e o investimento em tecnologia surge como uma das principais tendências de negócio.

02. Investimento inicial e custos operacionais reduzidos

Muitas vezes, um modelo de negócio baseado no ambiente digital não precisa de estruturas físicas complexas, nem de investimentos em equipamentos e mobília. Dependendo do segmento em que você pretende atuar, um computador com acesso à internet já é suficiente para começar. Essa característica se reflete diretamente nos custos iniciais.

Certos empreendimentos dispensam, até mesmo, a contratação de um grande número de funcionários. Uma central de rastreamento veicular, por exemplo, pode utilizar um serviço de call center terceirizado e concentrar seus esforços apenas na prospecção de clientes e na instalação dos equipamentos, algo que diminui os custos de operação.

O empreendedorismo digital, portanto, abre espaço para modelos altamente escaláveis, capazes de aumentar sua produtividade e de suportar um crescimento na quantidade de clientes, sem demandar uma grande aplicação de recursos em infraestrutura.

03. Ausência de limitações geográficas

Além de não precisar de um espaço físico específico para instalar o estabelecimento, o empreendedor digital não tem sua atuação limitada a um espaço geográfico. Esse tipo de negócio não fica preso a um bairro ou a uma cidade. É possível atender clientes de localidades distantes, mantendo o mesmo padrão de qualidade.

04. Facilidade de negociação

No ambiente digital você consegue criar conteúdos que vão servir como ferramentas para que o seu cliente tire dúvidas e faça testes do seu produto. Além disso, é possível trazer depoimentos de outros clientes, parceria com fornecedores conhecidos e outros tipos de prova social, que mostre que o seu produto/serviço é confiável. 

Com essas ações você desperta o desejo, ganha a confiança e o seu possível cliente já chega pronto para fechar o negócio, diminuindo, assim, o ciclo de venda. 

Como iniciar um empreendimento digital

Para quem quer começar a se aventurar no empreendedorismo digital  precisa seguir algumas etapas. As possibilidades são tantas que às vezes é difícil encontrar um foco para direcionar suas ações.

Aqui no blog já tratamos deste assunto em um artigo completo sobre como empreender, mas vamos trazer algumas dicas específicas para o segmento digital. Assim você conseguirá dar os primeiros passos para tirar a sua empresa do papel.

Leia também: Guia completo de como empreender

01. Determine seu nicho de mercado

O nicho de mercado é o segmento específico em que você atuará. Para escolher o mais adequado ao seu perfil, é importante considerar, primeiramente, quais são suas principais habilidades e o que você realmente teria vontade de fazer. Afinal, mais do que investir recursos financeiros, será necessário dedicar algum tempo para o empreendimento.

Depois, avalie a relação entre oferta e demanda para o produto ou serviço que pretende oferecer. Verifique se há uma boa quantidade de pessoas interessadas nele. É fundamental sempre estar de olho nas tendências para fazer uma boa análise de mercado e tentar identificar alternativas que não sejam passageiras. 

02. Desenvolva um plano de negócios

O plano de negócios é um componente essencial para o início de qualquer empreendimento. Trata-se de um documento em que o projeto é apresentado de forma mais aprofundada, com estimativas de orçamento, estudos de viabilidade financeira, análise das condições do mercado e dos concorrentes e a estrutura básica da sua estratégia de marketing.

O seu plano estratégico vai te ajudar a definir os rumos do negócio e definir metas para curto, médio e longo prazo. Veja alguns exemplos no que o um plano de negócios pode te ajudar:

  • conquistar novos clientes;
  • manter os clientes ativos;
  • diversificar os canais de venda e distribuição;
  • expandir os negócios;
  • lançar novos produtos e serviços;
  • posicionamento de marca;
  • gestão de crise;
  • otimizar a gestão financeira;
  • mitigação de riscos

03. Aprenda a divulgar sua ideia

Para que sua ideia finalmente saia do papel, é necessário apresentá-la para o mercado. Mapeie as principais características de seus potenciais clientes, desenvolva um formato de comunicação capaz de atraí-los e determine os canais mais eficazes para captar clientes. 

Para isso, investir em estratégias de marketing é uma boa estratégia. Foque na criação de conteúdos para as redes sociais, peças de divulgação de WhatsApp, participe de eventos organizados por empresas e associações do seu setor. 

A divulgação é a alma do negócio, portanto, é importante criar ferramentas para que o seu público chegue até a sua marca e entenda que ela é a melhor opção para a resolução do problema/desejo. 

Cuidados que todo empreendedor digital deve ter

Embora o empreendedorismo digital seja mais flexível e permissivo em vários aspectos, há detalhes importantes que não podem ser subestimados:

01. Planejamento financeiro

Todo negócio tem algum risco e sempre haverá algum tempo até que o retorno venha. Portanto, é importante que o empreendedor tenha algum dinheiro guardado para se manter até que a empresa comece a dar lucro.

Esta estratégia é 

Como mencionamos, o estudo de viabilidade financeira faz parte do plano de negócios e precisa ser realista para proporcionar a tão sonhada independência financeira.

02. Não deixar de ser inovador

Assim como a internet abre portas para você, abre para todo mundo. Ou seja, as possibilidades são infinitas e o seu produto/serviço terá que se destacar para se manter vendável e gerar renda.

Mas como manter um negócio sempre em alta? Trazendo inovação. Neste ponto é preciso ter uma boa leitura do mercado, conhecer o seu consumidor e trazer novidades que vão de encontro com o que ele deseja. Empresas que deixam de ser inovadoras tendem a perder espaço no mercado. 

03. Equilíbrio entre vida pessoal e profissional

Trabalho excessivo é prejudicial para a produtividade. É obvio que ter sua própria empresa exigirá muita dedicação e esforço, mas é importantíssimo saber a hora de dar um descanso para o corpo e a mente. Aproveite, ao máximo, seus períodos de lazer e cultive hábitos saudáveis. Você perceberá que vale a pena.

Nichos que combinam com o empreendedorismo digital

É fato que qualquer tipo de negócio pode ter uma estratégia digital, inclusive é recomendado que tenha. Contudo existem nichos que se encaixam melhor com os conceitos de empreendedorismo digital. Aqui vamos trazer três exemplos, mas esta lista é bastante variada. 

01. Empresas alimentícias

Sim, ir a um restaurante, lanchonete, bar é algo prazeroso e, PRpor vezes, necessário quando pensamos em uma sociedade movida pelo trabalho. Contudo, vender comida pela internet é algo que se encaixou perfeitamente com o digital  e vem ganhando espaço , principalmente por causa do isolamento imposto pela Covid-19.

Esse negócio começou a ficar rentável com a chegada dos aplicativos como Ifood, UBerEats e Rappi, porém, hoje, empreendedores não precisam necessariamente estar nestes espaços. Uma conta no Instagram, por exemplo, pode fazer um negócio de entrega de comida ser bastante rentável.

02. Rastreamento veicular e telemetria

Este é um dos mercados que mais cresce no Brasil, muito em função da sensação de insegurança. Só em 2021 foram mais de 500 mil roubos e/ou furtos de veículos em todo o Brasil. Por isso o investimento em rastreamento é constante, no ano passado o mercado gerou mais de 2 bilhões de reais e foi responsável por aproximadamente 50 mil empregos diretos e indiretos. 

Mas você deve estar se perguntando, o rastreamento veicular é um negócio digital?

Sim, mesmo tendo a necessidade da instalação do rastreador, todo o processo de venda pode ser feito de forma online. A plataforma de rastreamento funciona no modelo SaaS e fica disponível na Web, e todo o processo de venda dos rastreadores pode ser feito via whats app. Aqui na Getrak, 100% das nossas vendas acontecem por meio digital,

03. Infoprodutos

Infoprodutos são produtos noticiosos e/ou informativos como cursos, livros digitais, palestras online e vários outros. Essa estratégia pode ajudar também a vender outros produtos. Por exemplo, no caso dos alimentícios, um vídeo de receitas típicas, por exemplo, seria um infoproduto interessante para alavancar as vendas.

No caso dos rastreadores, um guia de instalação no formato de livro digital poderia atrair interessados na compra de rastreadores. 

Conclusão

Tudo que abordamos aqui reforça o potencial do empreendedorismo digital como uma alternativa para quem busca condições de trabalho flexíveis e obter uma renda extra ou, até, de mudar completamente seu rumo profissional.

Gostou deste artigo? Então aproveite para assistir ao nosso webinar sobre o porquê abrir e como investir em uma central de rastreamento. Nele trouxemos dados do mercado, possibilidades de ganho e todas as informações que você precisa para abrir o seu próprio negócio.