Imagem - Getrak
Imagem - Getrak
Rastreamento
21 de junho de 2022
UX WRITING: Parar de escrever não é uma opção
F
Publicado por
Francine Umbelino
Compartilhe:

Com certeza você já ouviu falar sobre a história da Pequena Sereia, mas sabe o que ela tem em comum com os processos de UX Design? Quando ambos negligenciam o poder das palavras, pode demorar muito tempo até chegar a um final feliz.

Bom, para explicar melhor essa analogia vamos a um pequeno resumo desse conto de fadas: Ariel vivia em um reino no fundo do mar, até o dia em que salvou um jovem príncipe (nunca sabemos o nome deles) do afogamento. Depois dessa experiência, ela seguiu apaixonada à primeira vista e ele, com a lembrança do doce som da fala de sua heroína.

O problema é que Ariel não sabia desse detalhe e, movida por uma preocupação totalmente focada em seu visual, faz um acordo para que no lugar de sua cauda surjam pernas, negociando para obter isso o dom de suas palavras. Contudo, fora do oceano e na companhia do seu príncipe, o mesmo não retribui o afeto por ainda ter esperança de encontrar a dona daquela voz que tanto o fez se sentir atraído, a qual agora surge na figura da Úrsula (a bruxa para quem Ariel abriu mão da sua voz).

É claro que no fim tudo isso termina bem, mas o que fica de lição – tanto para a Ariel, quanto para um bom time de UX Design é: o visual não é tudo! Estratégias de UX Writing para a criação de um bom conteúdo são igualmente necessárias para a entrega de uma experiência de valor para o usuário.

 

E o que é UX Writing

Partindo do entendimento que UX (User Experience) se refere ao modo como o usuário se relaciona com o produto ou serviço, o UX Writing é uma das peças-chave desse universo, com o objetivo de criar textos e micro-textos que de fato conduzam as pessoas para encontrar aquilo que procuram, de modo claro, objetivo e sucinto. Ou seja, diferente de outras modalidades de escrita, como por exemplo, o copywriting, que focam na conversão, aqui a intenção é desenvolver uma experiência no leitor.

Qual a importância das palavras para o UX Design?

Se uma imagem vale mais que mil palavras, ela ainda assim não é capaz de contar uma história inteira. Por isso, em um processo de UX Design elas têm muito no que ajudar: na criação dos componentes, na estruturação do layout, no desenho de jornada mais adequado para que o usuário seja capaz de percorrer e encontrar as informações que deseja. Agora imagina, sem orientação, como tudo isso poderia funcionar?

Imagem - Getrak
Material Rico

Tudo que você precisa saber sobre rastreamento, monitoramento e telemetria!

Conteúdo é essencial, é o que dá tom, expressão, chama para a ação e orienta. É um complemento do design. E ainda que uma imagem ganhe tamanha força a ponto de se tornar uma convenção, antes ela precisa que as palavras estejam de mãos dadas consigo para então ganhar independência.

Sendo assim, é essencial que o UX Writing esteja integrado com todo o repertório do projeto e não somente como uma participação especial. Do início ao fim a sua compreensão precisa ser abrangente.

O que determina um texto de qualidade

Assim como o UX Design se orienta por princípios de padronização, o Writing também possui premissas particulares.

Deste modo, com o usuário como centro e as normas práticas como guia, a qualidade de um bom texto deve respeitar as seguintes características, segundo as referência dos artigos da Rock Content e da Mutant:

  • Ser claro

Cada mensagem deve ser pensada para ser clara, sem termos técnicos, falando na mesma linguagem que o usuário.

  • Ser conciso

Simples e direto, muitas voltas podem confundir o caminho.

  • Ser útil

Diálogos são necessários quando existe utilidade para eles. Não adianta falar por falar, é preciso ter o que dizer.

  • Ser amigável

Adote um tom de voz tranquilo, positivo, pessoal, em primeira pessoa, para que haja o estabelecimento de um diálogo.

  • Ter personalidade

Adotar um tom de voz para a marca faz com que o conteúdo se torne personalizado, com identidade própria e garanta maior consolidação da experiência para o usuário.

Como é o mercado para quem quer seguir carreira?

O mercado de tecnologia tem aberto espaço para essa área que, apesar de nova, se mostra extremamente necessária para a construção de experiências que conquistem o usuário. Os salários variam de acordo com o grau de experiência e conhecimento.

Para quem se interessou e quer se aprofundar no assunto, abaixo você confere links com mais conteúdos:

Conclusão

Palavras não são enfeites, não são acessórios. A soma de forças entre o UX Design e o Writing faz com que o usuário tenha liberdade para executar as ações de forma bem orientada. Para isso é preciso que o time de UX tenha dedicação com essa parte, construindo textos que sejam capazes de promover uma melhor experiência, ao mesmo tempo que gera impacto positivo na proposta de valor do produto.

Mas se depois de todas essa leitura você ainda acreditar que o UX Writing é algo fácil de fazer, saiba que assim como a Ariel, está vivendo em um conto de fadas. 

Gostou do nosso conteúdo? Aqui no blog tratamos de assuntos ligados a tecnologia, empreendedorismo e rastreamento veicular. Para acompanhar mais, assine a nossa newsletter.