Imagem - Getrak
Imagem - Getrak
Empreendedorismo
15 de junho de 2022
Ponto de equilíbrio: entenda como precificar a sua empresa
g
Publicado por
Getrak
Compartilhe:

Quem inicia um empreendimento sabe que é importante preocupar-se com a saúde financeira do negócio. Para mantê-lo lucrativo, é preciso tirar tempo para analisar o que os indicadores têm para mostrar. Só assim será possível ter um negócio que seja próspero e consiga destacar-se no mercado, independentemente da área de atuação dele. Uma das métricas que ajudam nessa questão é o ponto de equilíbrio da empresa. 

O ponto de equilíbrio é um cálculo feito para identificar quanto uma empresa precisa de receita para cobrir todos os custos. Ou seja, quanto será necessário vender para manter a empresa com a saúde financeira em dia.

Para que você possa entender um pouco melhor sobre esse assunto, explicaremos o que é ponto de equilíbrio, como calcular esse indicador e como construir uma empresa financeiramente sustentável. Quer ter acesso a essas informações? Leia o nosso post: você não se arrependerá!

O que é ponto de equilíbrio?

O ponto de equilíbrio é a métrica que aponta o quanto é necessário vender para que as receitas da empresa se igualem aos custos. Ele indica o momento exato, a partir das projeções de venda, o momento exato em que os custos e receitas serão iguais. 

Procure sempre se lembrar de que, quando usamos esse termo no mundo dos negócios, estamos nos referindo ao momento em que uma empresa não tem lucros nem prejuízos. Mostra exatamente o quanto o seu empreendimento precisa produzir para se manter no mercado.

Por que preciso entender o ponto de equilíbrio?

Saber quando os custos e as receitas se igualam é importante para calcular, por exemplo, o preço correto do seu produto. Caso seja necessário vender muitos produtos para atingir o ponto de equilíbrio, talvez seja hora de aumentar o preço de venda. Por outro lado, caso sejam necessários poucos produtos, é possível pensar em alguma oferta.

Estas informações são fundamentais para o empreendedor que está começando no e precisa visualizar a viabilidade do negócio antes de começar a exercer as atividades. O mesmo vale para quem deseja expandir o empreendimento.

Imagem - Getrak
Material Rico

Tudo que você precisa saber sobre rastreamento, monitoramento e telemetria!

Para quem já tem um negócio consolidado saber o ponto de equilíbrio é importante Como você pode perceber, independentemente de que estágio o seu negócio esteja, é preciso conhecer o ponto de equilíbrio dele, permitindo que os administradores consigam cobrar um preço justo e determinar em qual momento o empreendimento passará a gerar lucros.

Como calcular o ponto de equilíbrio financeiro?

Depois de entender o que é ponto de equilíbrio e como é importante conhecer esse indicador, é preciso saber o que é preciso levar em consideração na hora de fazer os cálculos. Para ajudar você nisso, explicaremos cada um dos números em que você precisa ficar de olho. Acompanhe quais são eles, a seguir:

Custos variáveis

Os custos variáveis (CV) são aqueles que variam de valor a cada produção. Exemplos desse tipo de custo são: valor dos materiais, suprimentos, comissão e frete das vendas.

Esses gastos mudarão de acordo com quantidade de trabalho e de produtos a serem produzidos.

Custos fixos

Os custos fixos (CF) são aqueles que dificilmente terão oscilação dos seus valores. Alguns exemplos deles são:

  • aluguel;
  • impostos e encargos sociais;
  • materiais de limpeza;
  • materiais de escritório;
  • despesas com contador e advogados.

Vendas

As vendas são tudo aquilo que o seu cliente contratou da sua empresa, independentemente de ser um produto ou um serviço. Esse número deve ser observado de perto no seu empreendimento, afinal, ele é bem importante para determinar o momento em que sua empresa começará a ser lucrativa.

Ele é a sua receita total bruta (RT), ou seja, todo o seu faturamento.

Margem de contribuição

A margem de contribuição (MC) é o custo que a sua empresa tem para a produção de uma unidade do seu produto ou para executar um serviço. Para conseguir visualizar esse valor, é preciso subtrair os custos variáveis pelo valor total das vendas que foram feitas.

Índice da margem de contribuição

O índice da margem de contribuição (IMC) é o valor da MC dividido pelo faturamento da sua empresa (RT). Esse número é importantíssimo para determinar o seu ponto de equilíbrio.

Fórmula para calcular o ponto de equilíbrio

O ponto de equilíbrio é calculado por meio da divisão do custo fixo pelo índice de margem de contribuição. Então, se uma empresa tem:

  • receita total de 10 mil reais,
  • custo variável de 7 mil reais,
  • custo fixo de 2 mil e cem reais,

A margem de contribuição será o

  • RT subtraído o CV — nesse caso, 10 mil – 7 mil, que é igual a 3 mil reais. O IMC será desses 3 mil divididos por 10 mil (receita total), que é equivalente a 0,3.

O ponto de equilíbrio é equivalente a 2100 (custo fixo) dividido por 0,3 (índice de margem de contribuição), que é igual a 7.

Então, nesse caso, o ponto de equilíbrio da empresa é igual a 7 mil reais, ou seja, ela precisa desse dinheiro para cobrir todas as despesas (fixas e variáveis). Tudo que o empresário ganhar acima disso será o seu lucro.

Variações do cálculo de ponto de equilíbrio

O ponto de equilíbrio da empresa pode ser dividido em três etapas – contábil, financeiro e econômico. Os três são bem parecidos, diferenciando apenas algumas variáveis da fórmula de cálculo. 

Ponto de equilíbrio contábil

O ponto de equilíbrio contábil é apenas uma variação do nome, ponto de equilíbrio, utilizando, portanto, a mesma fórmula de cálculo. Ou seja, quando falamos PE contábil, estamos nos referindo ao indicador geral de custos x receitas.  

Ponto de equilíbrio financeiro

Já o ponto de equilíbrio financeiro exclui da conta as depreciações ou outras despesas que a empresa não retira nenhum valor do caixa. Vale lembrar que estes valores precisam ser informados, por exemplo, no demonstrativo de resultados (DRE) e outros demonstrativos contábeis. 

Ponto de equilíbrio econômico

Quando falamos de ponto de equilíbrio econômico precisamos adicionar ao cálculo o custo de oportunidade. Essa é uma métrica que projeta os ganhos da empresa com fundos de investimentos, aplicações ou aporte em outros negócios. 

Como construir uma empresa financeiramente sustentável?

Como você pode perceber, o ponto de equilíbrio mostra o quanto sua empresa precisa para sobreviver no mercado sem ser lucrativa e sem ficar devendo. Para conseguir construir um empreendimento financeiramente sustentável, é preciso tomar, pelo menos, duas ações. Elas são:

  1. fazer um planejamento de custos adequado, de forma que possam ser reduzidas as despesas que ocorrem nos processos da sua empresa, sejam elas fixas ou variáveis;
  2. gerenciar os projetos corretamente, que inclui a administração correta da execução das tarefas da empresa, em que o gestor consegue alinhar e organizar os procedimentos dentro de cada departamento da corporação.

Conclusão

Agora que você já viu o que é ponto de equilíbrio, como calcular esse indicador e como construir uma empresa financeiramente sustentável, é preciso colocar as dicas que mencionamos em prática.

Para continuar os seus estudos e descobrir como empreender da forma correta, sugerimos ler o nosso “Guia completo sobre como empreender”. Nele trazemos dicas e caminhos para você tirar a sua empresa do papel e manter o seu negócio ativo, Boa leitura!