Imagem - Getrak
Imagem - Getrak
Empreendedorismo
13 de maio de 2022
É possível empreender com pouco dinheiro?
J
Publicado por
João Vitor Fernandes
Compartilhe:

Abrir um negócio pode significar a realização do sonho da independência financeira, ou a possibilidade de tomar as próprias decisões. Em outros casos, empreender significa a possibilidade de ter uma renda extra, ou até mesmo a possibilidade de sustentar a família, em caso de desemprego. Mas afinal, é possível empreender com pouco dinheiro?

Sim, existem vários nichos de mercado nos quais os investimentos são baixos. Contudo, mesmo quando não existem grandes quantias investidas, existe a necessidade de ter um bom planejamento empresarial, um plano de negócios e uma estratégia de gestão eficaz.

Isso porque, segundo a pesquisa de Sobrevivência das Empresas do Sebrae, pequenos negócios têm taxa de mortalidade de 29% nos primeiros 05 anos de existência. Para as microempresas a taxa é 21,6% e as de pequeno porte, 17%.

Por isso, neste artigo, você terá dicas de como empreender com pouco dinheiro e nichos de mercado possíveis. Mas também, entenderá como manter a saúde financeira do negócio.

Vamos nessa? Boa leitura! 

05 dicas de como empreender com pouco dinheiro

Como dissemos, para abrir um negócio, mesmo que ele seja pequeno, é preciso ter um planejamento para que ele se mantenha ao longo dos anos. Veja abaixo 05 dicas para empreender com pouco dinheiro e manter o negócio rentável. 

  1. Faça um planejamento de negócios

O plano de negócios é o principal documento criado durante o processo de planejamento de um novo empreendimento. Nele, constarão todos os passos para que a ideia finalmente se transforme em realidade. 

Imagem - Getrak
Material Rico

Tudo que você precisa saber sobre rastreamento, monitoramento e telemetria!

Ao trazer um estudo detalhado sobre uma grande quantidade de variáveis que podem interferir nos resultados de uma nova empresa, o plano de negócios reduz a imprevisibilidade e o risco envolvido na atividade empreendedora. Se você pretende levantar recursos financeiros em bancos, cooperativas ou com investidores, ele será um elemento obrigatório.

O plano de negócios deve conter ao menos as seguintes etapas:

  • sumário executivo: o resumo de todos os demais tópicos do plano de negócios e informações sobre os empreendedores envolvidos;
  • análise de mercado: detalhamento dos produtos e serviços a serem oferecidos e estudo sobre quem serão seus clientes, fornecedores e concorrentes;
  • plano de marketing: descreve as estratégias de desenvolvimento da sua marca e divulgação da empresa;
  • plano operacional: mostra como o negócio funcionará na prática, abordando todos os processos operacionais e procedimentos administrativos;
  • plano financeiro: é a análise de viabilidade que determina o valor total a ser investido para a execução do projeto e as estimativas de faturamento.

2. Avalie o setor de atuação do seu negócio

Não feche os olhos e acredite, sem embasamento algum, que tudo vai dar certo. Você precisa analisar quais são os seus concorrentes no mercado, o que as outras empresas estão oferecendo e quais são as necessidades do cliente que tornarão a sua empresa um diferencial nesse segmento.

Se você entrar no jogo conhecendo os pontos positivos e os negativos que encontrará na prática, fica mais fácil encontrar soluções para problemas e minimizar os riscos. Portanto, comece a entender o mercado, pesquisando sobre a atuação, as leis e o funcionamento do tipo de empreendimento que você pretende iniciar.

3. Trace metas reais

Se você já tem um cenário do mercado em que pretende atuar, é mais fácil traçar as metas que deseja realizar para alcançar o sucesso. Pense a curto, médio e longo prazo e projete-se nesses momentos de atuação do seu empreendimento.

Descubra os seus objetivos e trace metas para alcançá-los. Lembre-se de que vários percalços podem acontecer na trajetória, mas isso não deve impedir que você consiga colocar os seus planos em prática.

Meta Smart

Metas_SMART

Utilizar o conceito de meta Smart é importante para que você consiga traçar os seus objetivos de forma que eles sejam desafiadores, porém possíveis de serem alcançados. Já que estamos falando em como empreender com pouco dinheiro, é preciso traçar metas reais, mas que façam o investimento render e o negócio ser cada vez mais lucrativo.

Veja como funciona no vídeo

4. Planeje uma estratégia

O planejamento é a peça fundamental para o sucesso em qualquer área. Com certeza, você que está buscando como ser um empreendedor com pouco dinheiro, terá que ter uma boa estratégia de negócio.

Esse planejamento envolve como e onde será a venda do produto / serviço, qual o preço correto, como será a entrega. Enfim, tudo que envolve a parte operacional do negócio.

Neste caso, o planejamento ajuda na organização das ideias, transforma pensamento em metas de ação, indica a direção a seguir e ajuda a traçar as metas reais para obter o sucesso.

Vivemos planejando tudo na vida, porém, às vezes, pecamos na hora de colocar esse plano em prática. Se não seguir à risca as metas traçadas a fim de alcançar os objetivos finais, tudo fica mais complicado.

5. Acredite no seu negócio e em você

Caso você mesmo acredite em si, quem acreditará? Essa frase resume o que você deve pensar sobre o seu novo negócio. O medo do desconhecido é saudável, é natural. Medo de não conseguir alcançar os objetivos também. Mas todos eles devem ser elencados e, junto a eles, você pode descrever quais são as ações necessárias para alcançar um resultado positivo.

Acredite no seu potencial, na sua força de trabalho, nas suas habilidades e nos seus conhecimentos. Você precisa estar confiante de que é a peça fundamental para o sucesso do seu empreendimento.

04 nichos de mercado para empreender com pouco dinheiro

Bom, agora que já te demos as dicas de como manter a empresa funcionando, vamos para os melhores nichos de mercado para abrir um negócio com baixo investimento?

1. Alimentação

O mercado de alimentação é um dos mais rentáveis e é uma boa oportunidade para quem está procurando empreender com pouco dinheiro. Quando falamos em comida, o senso comum nos leva a pensar em restaurante ou padaria, onde é necessário um bom investimento. Contudo, existem outras possibilidades de negócios a serem exploradas. 

A venda de marmita fitness, por exemplo, para quem não tem tempo de cozinhar, ou então, marmita de comidas típicas do estado em que você mora. No ramo de doces é possível, inclusive, começar a produção em casa e fazer a divulgação do negócio nas redes sociais.

Procure soluções inovadoras para se destacar na sua região, conquiste a clientela local e, claro, garanta a qualidade do que você está entregando. Estes são os primeiros passos rumo ao crescimento. 

2. Rastreamento veicular

A palavra tecnologia pode assustar em um primeiro momento, mas este é um mercado bastante promissor e que está em um verdadeiro oceano azul de possibilidades. Abrir uma central de rastreamento é bastante simples, requer pouco dinheiro e os ganhos começam a aparecer a médio prazo. 

Como é um negócio de receita recorrente, ou seja, você cobrará uma mensalidade do seu cliente, é possível diluir o investimento ao longo dos contratos e reduzir o impacto inicial da abertura do negócio.

O funcionamento de uma central depende de um rastreador instalado no veículo do seu cliente, de uma plataforma para ler os dados e os transformar em informações inteligentes e o chip M2M, que fará a comunicação entre rastreador e plataforma. 

A boa notícia é que você encontra toda essa infraestrutura já pronta, ou seja, você será a ponte entre a tecnologia e o seu cliente. Os lucros desse empreendimento podem chegar até a 30% do valor investido.

3. Beleza Masculina e Feminina

Os salões de beleza e barbearia estão aí desde que o mundo é mundo, certo? Porém, eles continuam sendo uma boa fonte de renda para quem quer empreender com baixo investimento. 

As mulheres sempre usaram este tipo de serviço, contudo, cresce a cada ano o número de homens que procuram serviços que vão além do corte de cabelo e barba. Veja os serviços que você pode oferecer:

  • manicure;
  • pedicure;
  • maquiagem;
  • massagem;
  • corte e hidratação de cabelo;
  • depilação;
  • tratamentos de pele.

4. E-commerce de moda

A moda é algo que as pessoas sempre vão consumir, afinal, todos nós precisamos de roupas certo? Além disso, trabalhar neste mercado é algo que envolve desejo, pois, além da necessidade, gostamos de estar bem vestidos, seja para o trabalho, uma festa ou até mesmo para ficar em casa. 

Este mercado é bastante amplo pois existe a possibilidade de vender roupas de um modo geral, ou focar em moda íntima feminina, masculina, roupas infantis, roupas para idosos e vários outros nichos.

Além disso, você pode atuar como revendedor ou até mesmo lançar a sua marca própria, dependendo do objetivo e do plano de negócios que você traçar para o seu e-commerce. 

Conclusão

E então, já sabe como empreender com pouco dinheiro? Como vimos é possível abrir um negócio investindo pouco, porém é necessário planejamento e organização para que ele prospere. 

Esperamos que tenha gostado das nossas dicas e das possibilidades de mercado que apresentamos. Como este é um assunto bastante extenso, preparamos um e-book sobre como abrir um negócio. Antes de começar a empreender e colocar a mão na massa é preciso estar seguro sobre como tocar o negócio sem riscos. 

Continue seus estudos e boa sorte!

Leia também: Tudo o que você precisa saber para abrir um novo negócio